Artigos e notícias

Review: TomTom Runner Cardio - 28/01/2016

Artigos e notícias - Voltar para "Tecnologia" - Voltar para artigos e notícias

Com GPS e frequencímetro, sem precisar da fita peitoral.

Continuo testando o relógio TomTom Runner Cardio que me foi emprestado pela Ogilvy, assessoria de imprensa da TomTom. Se você já teve outro relógio com GPS vai perceber que esse é bem fácil de mexer, muito intuitivo. 

O que achei muito bom até agora:

- Não ter fita peitoral para mostrar os batimentos. Ele controla as mudanças no fluxo sanguíneo com uma luz emitida através da pele. Foi bem preciso nos treinos.
- Também não precisa molhar antes.
- Pulseira cambiável, uma de pulso, outra para encaixar no guidon da bike.
- Fácil utilização.
- 3 dados aparecem na tela, você escolhe todos, sendo os dois menores constantemente, e com o botão você pode mudar o terceiro entre velocidade atual, vel. média, bpm atual e médio, distância percorrida, tempo, calorias…
- Um marcador da carga da bateria aparece depois de algum tempo de uso.
Compatibilidade  e conexão com plataformas on-line e aplicativos (TomTom MySports, MapMyFitness, RunKeeper, TrainingPeaks e Strava).

Valores sugeridos variam de R$ 899 a R$ 1799 dependendo do modelo. Até que é justo para quem vai correr maratonas ou menos, pois te dá as informações que outros concorrentes mais caros dariam.

O que não gostei:

- Duração da bateria. Vai bem para quem vai correr até os 42km, ou pedalar na estrada até uns 150km, pois dura pouco mais de 5hs com GPS e frequencímetro funcionando. (apesar de divulgarem 8hs)
- Para marcar voltas é preciso selecionar esse tipo de treino antes de começar a correr. Questão de acostumar…
- Vou continuar usando e caso precise adicionar mais informações, o farei neste mesmo texto.

Se você já tem e quiser deixar sua opinião, ela é muito bem vinda.

Enzo Amato

Fonte: Enzo Amato - Blog do Amato / Foto: Divulgação Tom Tom

Ferramentas

2013 © Midia Sport - Todos os direitos reservados | Política de privacidade | Termos de uso