Indomit Costa Esmeralda Ultra Trail 100km. (+ vídeo)

1ª prova brasileira de 100km.

Meu palpite é que ano que vem já será a prova nacional mais internacional que teremos. A Bombinhas Runners chamou simplesmente o organizador da Patagonia Run acostumado a organizar provas nos mesmos moldes lá na Argentina, para ser o diretor geral da Indomit Costa Esmeralda e não menos importante o ultra atleta Manuel Lago como diretor técnico, entre outros profissionais que fizeram o evento ser um sucesso.

Desde os informativos detalhados no site bem antes da prova, passando pela preocupação ambiental, até a premiação, tudo rolou como os corredores esperavam, bastava correr.

2 minutos para a largada dos 100km no Pier de Porto Belo. Foto: Mario Sérgio

A prova principal teve um circuito, em volta única, de 100km que largou pontualmente a meia noite, de 17/05/2014 e passava por 3 municípios de SC, Itapema, Porto Belo e Bombinhas. As outras distâncias largaram de pontos diferentes do percurso de forma que todas terminassem no mesmo local.

Além dos 100km, haviam também 84, 65, 50, 21 e 12km. Destaco o grande número de atletas nas distâncias de 100km e 50km, mostrando claramente que a demanda por desafios maiores era grande aqui no Brasil, mas que ainda assim estamos longe do que já acontece na Europa e Estados Unidos, que sediam várias provas de 160km, acredito que estamos no caminho certo começando com bons eventos em lugares espetaculares.

Foto: Mario Sérgio

Escolhi participar dos 65km, tenho a intenção de chegar a correr 100km um dia e para isso venho me preparando com distâncias respeitáveis intermediárias. Larguei com outros 50 atletas às 6 da manhã, ônibus da organização nos esperavam em locais pré determinados nas 3 cidades para nos levar até a largada, e isso para todas as distâncias, tudo muito bem explicado no site, emails e no congresso técnico. Começamos em estrada de terra, ainda com iluminação dos postes, sabia que em pouco tempo estaria claro, mas ainda assim usei a lanterna por cerca de meia hora na trilha, esse primeiro trecho de trilha foi meio travado, a mochila estava pesada e eu ainda tentava entrar mentalmente e fisicamente na prova, foi um início lento e com batimentos baixos, o que é muito bom para amadores em provas longas. Depois da primeira trilha estava novamente em estrada de terra com paisagem de interior, passando por casinhas simples de campo com cerca de arame farpado beirando a estrada e o verde ainda escuro misturado com névoa da primeira hora da manhã, em 2h cheguei ao ponto de largada dos 50km, que também era um ponto de abastecimento, aproveitei para recarregar a mochila e comer algo, em poucos minutos estava na estrada novamente, às 8 da manhã já fazia 20º, quente para quem está correndo e o que era campo passou a ser cidade do interior, ruas de terra, casas, até cruzarmos a BR-101, sabia que logo a paisagem passaria a ser praiana, mas antes tínhamos a trilha mais difícil para quem fez 50km ou mais, subidas íngremes, descidas com terreno erodido, muito suor e força, passada essa parte o percurso se tornou uma variação entre areia de muitas praias, trilhas e um pouco de asfalto, ainda com algumas subidas e descidas desafiadoras para quem já estava com certa quilometragem nas pernas.

Foto: Mario Sérgio

O sol estava ótimo para quem queria ficar estirado na praia, mas apimentando a corrida alheia, calor e céu azul o dia todo, isso nos desidrata mais rapidamente e o correto é estabelecer novos parâmetros e diminuir a velocidade para manter os batimentos perto do ritmo confortável de corrida e cuidar muito bem da hidratação, um pequeno descuido pode gerar reações em cadeia difíceis de remediar na hora, como câimbras, batimentos acelerados por já estar muito desidratado, pressão baixa, moleza, cansaço generalizado e por aí vai…

Fui sempre cauteloso e confiante, mas depois dos 50km passei a sentir dor no joelho e resolvi economizar, não deixar meu corpo chegar até o fundo do poço porque sabia que levaria mais tempo para voltar, e como tenho outra corrida importante em breve, segui alternando corrida com caminhada, me sentia muito bem fisicamente, e sei que essa dor foi causada por um certo exagero de minha parte nos últimos treinos longos com curto período de recuperação entre eles, mas enfim, tinha que me virar ali, na hora, e segui da melhor forma ponderando todas as variáveis, queria desfrutar toda aquela prova e aquele lugar, e naquele momento teria que ser caminhando bastante, e assim o fiz. Completei meus 65km em 9h32, consegui gravar imagens maravilhosas (vídeo abaixo) e participei da primeira edição de uma prova que vai colher bons frutos nos próximos anos por toda preocupação e cuidado que mostrou para com os atletas.

Eu e o campeão dos 100km, Iazaldir Feitoza logo após a premiação, dele.

O percurso é rápido, o campeão dos 100km, Iazaldir Feitoza completou em 10h11, mas caso queira se arriscar, aí vai um número mais concreto, dos 84 concluintes nos 100km, 44 conseguiram terminar antes das 18hs enquanto os outros 40 fizeram entre 18 e 22hs, ou seja, praticamente metade leva mais de 18hs. É uma distância que exige muito treino longo para adquirir prática de como se vestir, o que comer, beber e claro, preparar o físico e a mente porque são muitas horas de esforço e momentos de altos e baixos emocionais. As outras distâncias são grandes desafios e merecem ser provadas.

Ano que vem tem mais, até lá!

Enzo Amato

5 ideias sobre “Indomit Costa Esmeralda Ultra Trail 100km. (+ vídeo)

  1. Enzo, parabéns pela prova e pelo vídeo.
    Vou arriscar meus primeiros 80K nesta prova. Você teria alguma dica de qual tênis utilizar? Estou planejando utilizar o Speed Cross, mas estou com receio de ter muitos trechos no asfalto.
    Obrigado.
    Abraço.

  2. Enzo, posso dizer que foi um prazer ter tido a oportunidade de compartilhar alguns metros desta prova que foi a minha 1ª Ultra deste nível de organização e todos os itens que fizeram parte contigo…tenho a certeza que fiz uma ótima escolha quando decidi sair do sedentarismo e seguir em direção a saúde e bem-estar que a corrida pode proporcionar. Iniciei a minha jornada no dia 12/05/2013 (1ª corrida de rua) na GRAACC realizada no Ibirapuera todos os anos a favor das crianças com cancer inscrito na caminhada de 3K. Hoje poder aqui deixar o meu comentário apos ter participado da 1ª Ultra na distancia 50K e ter você fazendo parte desta minha conquista com certeza não tem preço, estou muito agradecido primeiramente a Deus por me permitir dar esta volta, a minha linda esposa Vilene e meus filhos por me apoiarem, amigos e colegas de treino como Eder, Westerman, entre outros e a você, Enzo, por seus relatos pós-provas, incentivos e dicas que trocamos via inbox sempre prontamente em me atender e responder indicando desde o que levar na mochila a estrategias para os meus primeiros percursos, ida e vindas de Bertioga e treinos em geral…Deixo aqui o meu Muito Obrigado Enzo! …sou seu fã.
    Ass. Marcos S. Castilho

    • Marcos, obrigado pelas palavras, foi muito legal fazer parte dessa sua conquista, você vai lembrar dela pra sempre.
      Continue desfrutando das corridas e de seu novo estilo de vida.
      Grande abraço e parabéns pela corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>