Fiambala Desert Trail 80km, parte 1, chegar!

Sensacional desde o princípio.

Lendo o site, me encantou a ideia de ter que viajar muito até chegar no local da corrida, isso a deixava mais rústica e menos populosa, sentia que isso só levaria corredores motivados simplesmente a correr, não tinha como não lembrar do livro Nascidos para correr, onde um pequeno grupo de ultra corredores viaja por muito tempo, até muito longe de tudo só para poder correr. Desta vez eu era o personagem real, e lá estava eu, no norte argentino, colado nos Andes, mas além de montanhas altas, muita areia, dunas, pouco verde, aridez, muitas paisagens e vento sul, no deserto que foi palco do Rally mais famoso do mundo, o Dakar, pronto para correr 80km.

Sai de casa às 9:30 da manhã e só chegaria em Fiambala 30hs depois, um voo de SP a Buenos Aires e mais 1400 km num ônibus com a turma da organização da prova e fotógrafos, minha aventura já havia começado e eu a desfrutava 100%, ainda no ônibus, tendo que cuidar da alimentação, já que 48hs antes de uma corrida importante é o melhor momento de ingerir carboidratos que servirão de combustível na corrida, tinha uma sacola cheia de comidas e me virava nas paradas do ônibus, tudo era parte da história. A viagem foi muito tranquila, dormi toda a noite e com o amanhecer fui notando a mudança na paisagem, o verde desaparecia e dava lugar ao marrom das rochas e montanhas e depois de 18hs no ônibus chegamos ao hostel onde a organização ficaria hospedada e entregaria os kits da corrida no dia seguinte.

Hostel San Pedro em Fiambala – Catamarca

Pude ajudá-los um pouco, desde montar as caixas dos kits até descarregar caminhão com as bebidas que iriam para os postos de hidratação. A temperatura era uma mistura de agradável ao sol e frio à sombra, porém com vento era sempre frio, e pelas dúvidas eu estava sempre agasalhado.

A ser levado para os 5 postos de hidratação, um dia antes da corrida ainda no hostel.

Sexta a noite, véspera da prova fui ao congresso técnico, lotado de atletas e algumas autoridades locais, já tinha toda minha mochila e roupas organizadas, só faltava jantar e descansar algumas horas, pois o ônibus que nos levaria até a largada partiria às 3:15 da manhã. Ainda no congresso percebi o quanto a província de Catamarca estava envolvida em promover o evento e sabia da oportunidade de desenvolvimento turístico da região com a corrida, prefeito e secretária de turismo discursaram brevemente mostrando gratidão e entusiasmo com o que faríamos dali a algumas horas. Até eu fui aplaudido por ser dos poucos estrangeiros na prova, uma piadinha sobre a copa, risos, aplausos e me senti muito bem acolhido.

Dormi bem as poucas horas que me correspondiam apesar de ter mais 2 pessoas dividindo o quarto comigo, o banheiro era compartilhado (fora do quarto) e com medo de estar ocupado na hora que eu precisasse me arrumar, já colei os esparadrapos no pé antes de deitar e deixei a lanterna por perto para me vestir no quarto mesmo assim que acordasse, às 2:40.

3:15 estava na praça, tínhamos ainda 50min de ônibus e uma pequena cochilada até chegar a praça da cidade de Palo Blanco, local da largada. Ao descer do ônibus, meu segundo passo foi para o lado por causa do vento, esse era nosso receio, muito vento, que levanta poeira e areia e nos impossibilitaria de enxergar, a previsão era daquelas que se espera de tudo um pouco, frio, vento Zonda (vento quente com terra) calor… ainda no congresso o prefeito disse que teríamos vento sul, ou seja nas costas, já que os últimos 50km também iríamos para o sul. Enfim, depois do baque ao descer do ônibus, fui me abrigar do vento num prédio municipal já lotado de corredores, guardei a jaqueta na mochila entreguei no guarda volumes para seguir até a chegada e vesti meu corta vento, estava pronto. Minutos antes da largada um amigo de facebook da província de Entre Rios me reconheceu, nos cumprimentamos, tiramos foto e minutos depois estávamos prontos para largar com outros 180 corredores para fazer 80km, era pouco mais de 5 da manhã quando a corrida começou.

Carlos e eu, pouco antes da largada.

Clique e leia a parte 2, a corrida! E assista ao vídeo.

Enzo Amato

5 ideias sobre “Fiambala Desert Trail 80km, parte 1, chegar!

  1. Pingback: Skechers GobionicTrail | Blog do Amato

  2. Pingback: Vídeo, Fiambala Desert Trail 80km. | Blog do Amato

  3. Fantástico Enzo!!! a forma como descreve nos coloca ao seu lado. Lugar espetacular…acho que já escolhi a próxima rs vou para parte dois!

  4. Pingback: Fiambala Desert Trail 80km, parte 2, a corrida! | Blog do Amato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>