O que levar na mochila numa corrida de montanha

Os itens que se leva para uma corrida variam muito de acordo com a distância, tempo que se imagina que vai durar a prova, terreno, temperatura, drop bags no caminho, se é de auto suficiência ou não etc…

Por isso é muito importante que se leia atentamente o site da prova e seus itens obrigatórios, pois cada prova tem suas particularidades.

No caso da Ultra Fiord de 70km em 2017, (com previsão de tempo bom) levei o seguinte:

Vídeo da prova a partir de 1º de maio no Programa Fôlego.

Enzo Amato

O que é treino longo.

Detalhadamente o que é um treino longo para quem vai para a primeira maratona ou meia.

Como encaixar na sua programação e planejamento de acordo com seu condicionamento e semanas até sua prova.

Clique aqui para assistir a introdução e características de cada tipo de treino.

Dia 25/01 no canal do Programa Fôlego, vídeo sobre treino de ritmo.

Enzo Amato.

Dicas de corrida, avançados e iniciantes.

Um apanhado de perguntas feitas pelos corredores que resolvi abordar pela relevância dos temas.

  • Qual a melhor forma de aquecer antes de uma prova ou treino?
  • Qual % de gordura ideal?
  • Diminuir o pace ou aumentar a quilometragem?
  • Como ir para novas distâncias?
  • Qual a melhor técnica na descida?
  • Porque variar o treino?
  • Como treinar para provas de trilha, longe da trilha?

Enzo Amato

Como treinar para sua primeira ultra maratona. Vídeo.

O primeiro passo é ganhar confiança para suportar a distância. Os treinos não chegam perto da distância da prova, mas te dão confiança se bem feitos.

Ser resistente e usar cada treino para construir sua autoconfiança. Ter experiência em maratona, que é uma prova longa, é um ótimo requisito para postular para algo mais longo. Leva anos e pular etapas é um risco desnecessário. Anos de preparação faz parte da jornada e deve ser desfrutada sempre.

Enzo Amato

Treino de qualidade. Vídeo.

Quando eu era recém formado, sempre ouvia que o importante era a qualidade e não a quantidade, mas era difícil explicar, meu mundinho era pequeno.

Hoje, com meu mundinho um pouco maior, fica bem mais claro.

Cada treino tem um objetivo dentro da preparação, alguns para deixar o corredor mais rápido, outros para deixá-lo mais resistente, e quanto mais justa a agenda do corredor, mais assertivos devem ser os treinos.

Quanto mais experiente o corredor, mais ele vai perceber esse direcionamento sem importar quantos km ele fez na semana, mas sim o que ele fez.

Enzo Amato

Treino regenerativo. Vídeo.

O vídeo esclarece que pessoas dão nome errado aos treinos, mas mais importante que isso é saber que após uma prova ou treino forte, se quiser ficar deitado no sofá, de pernas para o ar, seu corpo vai se regenerar, não é preciso sair para fazer um treino leve. Se bem que muitas pessoas se sentem bem ao fazer isso.

Aqui um texto de anos no meu blog sobre o assunto.

Enzo Amato

Programa Fôlego e eu.

Tive o grande prazer de conhecer Gustavo Maia numa corrida no sul do Chile. Dividimos o quarto e passamos vários dias com a turma de convidados trocando muitas ideias. Em poucos dias tive muito boas impressões sobre o Gustavo, apesar dele ser corintiano.

Ao voltar pra casa lhe escrevi propondo para fazer parte do Programa Fôlego. Confesso que ao escrever não consegui propôr nenhuma ideia que pudesse melhorar o programa, já me parecia tudo muito bem feito. Queria apenas conversar, sabia que as ideias surgiriam e que ele toparia esse bate papo. Os poucos dias que passamos no evento me indicaram essa característica de abrir portas que ele tem. 

Pois bem, a conversa foi muito produtiva e a partir de hoje passo a fazer parte dos colaboradores do programa Fôlego. Terei uma coluna no programafolego.com.br/ com vídeos sobre treinos, as provas etc…

O Blog do Amato continua no MidiaSport, que também terá um link para os vídeos do fôlego.

Fique ligado, meu vídeo da Ultra Fiord sai do forno semana que vem!

Enzo Amato

Fernando Nazário defende título dos 100km na Ultra Fiord. (también en español)

(Abajo en español) Na 2ª edição da Ultra Fiord o campeão dos 100km, que na verdade são 114, retorna para melhorar sua marca.

Fernando é a boa revelação brasileira do trail running. Tive o prazer de dividir o quarto com ele numa outra prova na patagônia chilena, a Ultra Trail Torres del Paine, em 2015. Pude conversar sobre treinamento, dar boas risadas, e também acompanhar de perto a concentração e organização que tem antes de uma prova.

Além de abocanhar os 100km da Ultra Fiord de 2015 (114km) com 15h50, também foi campeão da Ultra Trail Torres del Paine 2014, 67km em 7h30.

Ao cruzar a linha de chegada em Puerto Natales, depois dos 114km em 15h50.

Há duas semanas da Ultra Fiord, conheça um pouco mais sobre ele, suas percepções sobre a Ultra Fiord, estratégias e dicas para a prova.

Nome: Fernando Nazário-de-Rezende
Profissão: Professor Universitário / Preparador Físico e Personal Trainer da Assessoria Science Fitness Club – Uberlândia.

Formação: Mestre em Educação Física na área de Aspectos Biodinâmicos e Metabólicos do Exercício Físico.

Sou de Uberlândia – Minas Gerais – Brasil, tenho 34 anos, sempre gostei de esportes de motanha e outdoor. Era corredor de aventura inicialmente e só iniciei nas corridas de montanha em 2013.

1. Além da corrida, que outro esporte gosta ou gostaria de praticar?
Corrida de Aventura (pedalar – Remar – Correr)
2. Que distância vai fazer na UF 2016 e qual seu objetivo?
100km / quero ser mais rápido que 2015.
3. O que mais gostou na UF de 2015?
O clima entre os atletas, o carinho da organzação e a natureza selvagem do lugar.
4. O que vai fazer de diferente com relação a 1ª edição de 2015?
Pegarei os Bastões de caminhada para ajudar a subir a montanha e serei mais rápido nas transições do km 30 e km 70.
5. Conte sobre um dos treinos que fez que te deixou mentalmente confiante para a prova.
Ano passado desde o inicio de 2015 treinei 1510 km até a competição. Este ano conseguirei chegar com 1600 km de corrida treinando em um ritmo ainda mais rápido que o ano passado.
6. Qual sua prova mais importante de 2016, em que mês?
Ultra Fiord 100k e/y Ultramaratona dos Perdidos (105k em julho).
7. Tem alguma mania / ritual pré corrida?
Gosto Muito de criar uma boa estratégia de toda a competição, estudando cada detalhe pra elaborar uma logística muito adequada para a competição.
8. Faz atividades que considera complementares a corrida de montanha? Quais?
Bike,  Musculação e Treinamentos de Equilíbio funcional
9. Considerando sua experiência em provas, em que aspecto a UF leva destaque?
A prova mais impressionante em todos os sentidos que senti.
10. Que dica poderia deixar para os corredores que vão pela primeira vez a Ultra Fiord?
- Cuidem da sua alimentação e Hidratação – coma o macarrao no km 30 e tambem no 70.
- Aproveite tudo que a prova tem pra oferecer
- antes de chegar nos postos de apoio, mentalize o que irá fazer e a ordem certa das coisas sem correria pra não esquecer nada
- não fique muito tempo nos postos de apoio
- Tenha boas lanternas de cabeça
 

En la 2da edición de la Ultra Fiord el campeón de los 100km, que en realidad son 114, vuelve para mejorar su marca.

Fernando es una buena revelación brasilera del trail running. Tuve la suerte de compartir la habitación con él en otra corrida en la patagonia chilena, en la Ultra Trail Torres del Paine, en 2015. Pude conversar sobre entrenamientos, reírnos y acompañar de cerca la concentración y organización que hay antes de una corrida.

Además de conseguir los 100km de la Ultra Fiord de 2015 (114km) con 15h50, también fue campeón de la Ultra Trail Torres del Paine 2014, 67km en 7h30.

A dos semanas de Ultra Fiord, conocé un poco más sobre él, sus percepciones sobre la Ultra Fiord, estrategias y consejos para la prueba.

Nombre: Fernando Nazario-de-Rezende.
Profesión: Profesor Universitario/Preparador Físico y Personal Trainer de la Assessoria Science Fitness Club - Uberlândia.
Formación: Master en Educación Física en el área de Aspectos Biodinámicos y Metabólicos del Ejercicio Físico. 
Soy de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, tengo 34 años, siempre me gustó el deporte de montaña y outdoor. Era corredor de aventura inicialmente y recién inicié con corridas de montaña en 2013.
 
1. Aparte de corrida, qué otro deporte te gusta o gustaría practicar?
Carrera de aventura (bici – remo – corrida).
 
2. De cuál distancia vas participar en UF 2016 y cuál es tu objetivo?
100km / quiero ser más rápido que en 2015.
3. Qué es lo que más te gustó en la UF de 2015?
La buena onda entre los atletas, el cariño de la organización y la naturaleza salvaje del lugar. 
4. Qué vas a hacer de diferente comparado a la 1ª edición en 2015?
Voy con los bastones de trekking para ayudarme a subir la montaña y voy a ser más rápido en las transiciones del km 30 y 70.
5.Contános sobre alguno de los entrenamientos que hiciste y que te dejó más confiante para la corrida.
El año pasado desde el princípio de 2015 corrí 1510km hasta la corrida. Este año llegaré a los 1600km a un ritmo más fuerte que el año pasado.
6. Cuál es tu carrera más importante de 2016, en qué mes?
Ultra Fiord 100km y Ultramaratona dos Perdidos (105k en julio).
7. Tienes alguna maña / ritual pre-corrida?
Me gusta mucho crear un buen plan de toda la competencia, estudiando cada detalle para elaborar una logística adecuada para la competición.
8. Haces actividades que consideres complementarias a la corrida de montaña? Cuáles?
Ciclismo, musculación y entrenamientos de equilíbrio funcional.
9. Considerando tu experiencia en carreras, en qué sentido la UF se destaca?
Es la carrera más impresionante en todos los sentidos que viví.
10. Qué consejo podrías dejarles a los corredores que van por primera vez a Ultra Fiord?
- Cuiden su alimentación e hidratación – coman la pasta en el km 30 y también en los 70.
- Aprovecha todo lo que te proporciona la carrera.
- Antes de llegar a los puntos de apoyo, mentaliza lo que vas a hacer y su orden sin apuro para no olvidarse de nada.
- No te quedes mucho tiempo en los puntos de apoyo.
- Lleva buenas linternas de cabeza.

Tênis do futuro. Adidas e Parley for the oceans.

Adidas e Parley for the Oceans apresentaram durante o Parley Talks na COP21 em Paris, um novo tênis conceito com entressola impressa em 3D e produzida com resíduos plásticos retirados do oceano.

Durante a COP21, adidas e Parley for the Oceans exibem nova estratégia de sustentabilidade para a indústria

O tênis conceito consiste em uma parte superior feita com plástico retirado do oceano e uma entressola impressa em 3D usando poliéster reciclado e redes retiradas do oceano.

“Nós queremos levar todos os membros da indústria para o debate, possibilitando criar soluções sustentáveis para os grandes problemas globais”. Diz Eric Liedtke, membro da adidas Group Executive Board responsável pela área de Global Brands.

Futurecraft – Adidas Primeknit
3D-Printed Ocean Plastic

O modelo ainda está em fase de desenvolvimento e não tem previsão de chegar ao Brasil.

Clínica Trail Run

3ª edição do Trail Run Challenge, uma clínica especializada em trail running, para todos os níveis de participantes.

Ano passado participei, e mesmo correndo há muitos anos aprendi vários macetes. É sempre bom ouvir corredores mais experientes, mesmo que nosso objetivo nas provas seja só de participar e o deles de ganhar, podemos adaptar as dicas e orientações para nossa realidade. Interessante também perceber que os profissas passam os mesmos perrengues que a gente, sentem dor, cansam, xingam, mas continuam…

Será dia 14/11 a partir das 8h, em Cabreúva, fazenda Guaxinduva, próximo a São Paulo.

Esse ano o foco será “treino de verdade”, com diferentes distâncias e graus de dificuldade, dentro da Fazenda Guaxinduva, com trilhas que passam dos 1000m. de altitude! Também haverá a parte teórica, que será totalmente outdoor e dinâmica.

Ouvir, perguntar e correr ao lado de Manu Vilaseca, Marcelo Sinoca e Zé Virginio no mesmo evento é uma oportunidade especial para todos os amantes do Trail Run!

Inscrições limitadas.

Informações e inscrições: contato@gofun.com.br

Tel. 11 984 281 782

Enzo Amato